domingo, 10 de abril de 2011

Romance à moda eterna - Entregue-se ao romantismo para ter saúde e alegria

"Alegria e encantamento, riso e brilho no olhar. Esses sentimentos simples e suas expressões deliciosas foram os temas das colunas mais recentes. Hoje, continuamos nosso treinamento para trazer ao dia a dia emoções capazes de nos sintonizar com a felicidade e a saúde.
Como aparelhos de televisão que devem estar bem sintonizados para que a imagem seja nítida, precisamos escolher emoções corretas para melhorar também nossa "imagem" pessoal. Nada mais saudável do que ter um sistema imunológico forte, bombardeado permanentemente por hormônios de bem viver. Assim como a TV projeta uma história na tela, nós também projetamos pensamentos que vão influenciar nossa história individual e afetar tudo e todos. Ao termos saúde e sermos felizes, estamos contribuindo para a saúde e a felicidade de todos os seres e também da natureza.
Um sentimento que caiu em desuso na atualidade é ingrediente muito bem - vindo na receita da felicidade: o romance. Agora, assuma uma postura confortável, com a coluna ereta. Inspire profundamente, coloque sua atenção no momento presente e relaxe. Crie uma cena de romance, use sua imaginação: pode ser um jantar à luz de velas com quem você ama, por exemplo. Deixe-se levar por essa emoção leve e tranquila, expresse um sorriso em seus lábios e dê uma enorme risada no seu interior! Sinta também encantamento pelo seu parceiro ou parceira... Veja como isso é possível e que sensação de bem-estar e leveza você imediatamente tem.
Abra os olhos e assuma o compromisso de reintroduzir o romance em sua vida. Não espere que as situações surjam - trate de criá-las. Ao escolher o romance, você começa aos poucos a mudar sua postura perante os acontecimentos. Ela se torna mais leve, mais solta, o que faz com que o dia a dia seja mais fácil de ser vivido. Em consequência, tudo se transforma ao seu redor, tudo se suaviza.
Perceba como o romance proporciona alegria e encantamento, como coloca um sorriso em seus lábios e um brilho novo no seu olhar. Assim se cria uma cadeia sem fim de felicidade e muita saúde!
Hoje, ao chegar em casa, expresse a emoção do romance da maneira mais criativa que você encontrar. Prepare-se, pois você poderá se surpreender!" - Marcia de Luca

domingo, 3 de abril de 2011

Avesso


_ “mas eu posso contar com você mesmo? Olha vai ser rápido precisamos ensaiar antes. A pessoa que vai dividir a cena com você é uma graça,mas ela nunca participou”
_ “ não, quer dizer sim, pode contar comigo. No sábado damos uma ensaiada. Sim, estarei lá”.

E assim eu fui. Pensei, pensei, não queria ter aceitado. Estava tão ocupada com as viagens que não queria me envolver com mais uma atividade. Mas eu fui. Algo dentro de mim dizia que iria ser diferente, uma mistura de ansiedade com calma. Eu já tinha feito isso antes, mas estaria num local e com pessoas que não conhecia. Quer dizer, conhecia três ou quatro. A apresentação foi um sucesso, todos adoraram. Deixei por último o apartamento. Na portaria, encontrei com a pessoa que havia dividido a cena comigo e decidimos tomar uma cerveja. Descobrimos muitos pontos em comum, conversamos bastante. E quando o assunto foi relacionamento, ela falou de você. Depois de trinta minutos você apareceu, foram te buscar para que eu te conhecesse. O tempo faz tudo valer a pena. Olha não queria ter aceitado o convite, mas olha aí... se não tivesse aceitado, não teria te conhecido, ou teria? Acho que não, porque foi tudo tão rápido, tão delicioso. Recuso-me a ficar pensando no que pode acontecer(mas torçam por mim, tá?). Depois de alguns dias, fuçando no computador, em alguns textos que guardo e pensando no que aconteceu nos últimos anos e naquele dia, me identifiquei com um texto extraído do filme “ O Amor não tira férias” que diz assim: “....Sei que é difícil quando as pessoas dizem ‘sei como se sente’, mas realmente sei como se sente.Estou tentando te dizer que compreendo como é se sentir pequeno e insignificante como ser humano. Como isso dói em lugares que nem sabíamos existir lá dentro.
E não importa seus novos cortes de cabelo, suas novas academias, nem os copos de Chardonnay que beba com suas amigas, quando se deitar, continuará relembrando cada detalhe e se perguntando o que faz de errado ou por que não percebeu.
E como pôde, por aquele breve momento achar que era feliz? Pode até se convencer que ele vai se tocar e aparecer na sua porta. E depois de tudo isso seja lá o tempo que demorar você vai para um lugar diferente e conhecer gente que a faz se sentir querida e os pequenos pedaços da sua alma finalmente retornarão. E toda aquela bagunça, todos aqueles anos que você perdeu na sua vida começarão a desaparecer”.